quarta-feira, 14 de junho de 2017

A Primeira Comunhão da Mafalda - as mesas

Olá perfects,

Como prometido, vou partilhar convosco as minhas dicas para a primeira comunhão. Na verdade, esta é a terceira primeira comunhão. No ano passado tivemos a da Matilde cujos pormenores já partilhei aqui, aqui, aqui e aqui

Já expliquei que a primeira comunhão é um momento importante para nós. As meninas entendem bem o que é comungar a primeira vez e, neste caso, considerando que fazem a catequese no colégio, devo dizer que tenho o trabalho muito facilitado pois os catequistas, cumprem o seu papel muitíssimo bem. Sendo assim, ultrapassando esta preocupação, que é o que realmente importa nas celebrações religiosas, fica ao meu encargo tornar o dia delas ainda mais especial e partilhá-lo com a família a amigos muito próximos. Nunca são festas muitos alargadas, somos pouco mais de 30 e, lembrem-se, que tenho 3 irmãos, por isso, chegar às 20 pessoas só com pais e irmãos, no meu caso, é muito fácil.

A celebração foi a meio da tarde, logo, com o vento que estava era impossível fazer jantar no exterior. Assim, servimos as entradas no jardim e o jantar na cave, na sala que criamos para esse efeito. A tal family room, de que pode vezes falo aqui no blog a que chamo 'a sala onde tudo acontece'. É lá que se faz as festas, o Natal, os jantares de amigas e durante o ano as miúdas brinca e estudam. 

No ano passado, decidi usar uma mesa comprida. Foi uma decisão que ficou mesmo até à última, pois tínhamos mudado à pouco tempo e ainda não tinha bem noção do espaço. Este ano queria algo diferente, por isso, optamos por mesas redondas. A empresa de catering traz tudo, mesas, cadeiras, toalhas, louça, o que é um descanso para mim e quando saem fica tudo arrumado (chama-se Ricardo Vilas Boas, para quem precisar de referências). Yesss! Voltei a escolher a base branca e dourada, pois permite-me usar o resto como me apetecer e juntar as cores que quiser. Neste caso, como o vestido da Mafalda foge dos vestidos muito tradicionais (hei-de fazer um post com os vestidos das três para que vejam que eu acabo sempre por escolher vestidos que fogem do que é mais habitual, já vi que é uma tendência) e tem um estilo até um pouco boho, acabei por incorporar essa ideia na decoração. Então, os centros de mesa foram feitos com uma placa de madeira no qual coloquei jarras em vidro, com fitas de ráfia (vou fazer um passo a passo para verem porque é muito fácil). Escolhi hortenses porque tenho imensas no meu jardim e estão lindas, logo como é uma for que adoro a opção era fácil e acabei por espalha-las por toda a casa em diferentes jarras e arranjos que fiz, inclusivé na mesa de doces e de bolo. Os marcadores de lugar fiz com folhas das cameleiras (ou japoneiras) que tenho no jardim, e escrevi os nomes com caneta prateada (a dourada não se via muito bem), muito fácil e original. Assim, completei o look boho chic nas mesas da primeira comunhão, mas que na verdade podem usar como inspiração para casamentos e batizados, you name it. ;)








Espero que gostem e que sirva, de alguma forma, de fonte de inspiração.

Como o post é muito longo, depois publico mais posts com outros pormenores. ;)

Beijnho

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

As fotos são todas da querida Isabel Pereira Fotografia, que faz trabalhos lindos. Sigam o FB dela, pois além de fotos fofas para recém nascidos e famílias, as sessões de despedida de solteira são o máximo, vejam algumas  AQUI

Sem comentários:

Enviar um comentário